Segurança é um assunto sério por isso, quando se fala em câmeras de segurança e CFTV um dos fatores que merece atenção é a eficiência dos equipamentos. A partir do acompanhamento das configurações do CFVT é possível evitar falhas e proteger o sistema  a curto, médio e longo prazo.

Atitudes como essa antecipam contratempos que podem colocar abaixo projetos inteiros. Independente se você é instalador de câmeras de vigilância ou empresa de segurança, preocupar-se com estas questões além de livrar gastos também garante uma maior qualidade na entrega do serviço e consequentemente clientes mais satisfeitos.

Para que você consiga colocar isto em prática, vamos te explicar um pouco mais sobre como medir a eficiência do CFTV que você instalou, com a intenção de melhorar seus resultados. Se interessou? Continue acompanhando o conteúdo.

O que é MTBF e MTTR?
Partindo do significado das siglas em inglês, MTBF –  “mean time between failures”, o que se traduz para tempo médio entre falhas e MTTR – “mean time to repair”, que quer dizer o tempo médio para reparo. Esses são os principais indicadores de performance e são utilizados para medir os níveis de disponibilidade do equipamento de monitoramento, das câmeras de vigilância por exemplo, ou seja, o tempo que um determinado aparelho irá levar para apresentar falhas.. O ideal é que sempre aumente o MTBF e diminua o MTTR, definindo assim, uma maior confiabilidade no CFTV.

Como medir o MTBF?
Tendo em mente que o MTBF corresponde ao tempo médio entre falhas e pode ser calculada através da fórmula apresentada abaixo e para calcular vamos considerar o tempo total  de funcionamento do equipamento durante um período definido sob o número de falhas que aconteceram nesse tempo. Observe a fórmula a seguir:

MTBF = (Tempo total disponível – Tempo perdido) / (Número de paradas)

Confira um exemplo:

Durante o período do tempo de operação verificou, foi percebido que:

*Período verificado  = 24 horas
* Número de paradas: 3
* Duração das paradas: 1 hora, 2 horas e 30 minutos (0,5 horas)

Cálculo MTBF = = [24 – (1+2+0,5)] / 3 = 6,8333 horas ou 410 minutos

Com um olhar voltado à eficiência dos equipamentos do sistema de monitoramento,  fica mais assertiva as definições estratégicas para resolução do problema. Quanto mais elevado o MTBF, menos contratempos terá e seu CFVT apresentará uma qualidade melhor..

Como medir o MTTR?
Lembrando que a sigla significa o tempo médio para reparo, o MTTR é definido levando em consideração o média de tempo que é levado para efetuar o reparo após o anúncio da erro.  Observe na fórmula abaixo:

MTTR = (Tempo total de reparo) / (quantidade de falhas )

Utilizando o mesmo exemplo apresentado no MTBF, se apresenta o resultado:

MTTR = (1+2+0,5) / 3 = 1,1666 horas ou 70 minutos

O resultado obtido mostra o tempo médio no qual houve interrupção do funcionamento.

Traçando um paralelo entre ambos os índices, a cada 2 horas o sistema ficará indisponível por 15 minutos.

Dessa forma, quanto mais baixo o MTTR, mais eficiente é a preparação para o reparo no seu DVR, CFTV online e etc. A partir dessa verificações os prestadores de serviço conseguem ampliar sua visão sobre o que oferecem, o que é extremamente positivo, visto que é possível tomar decisões que evitam prejuízos antes que aconteçam.

Agora, você sabia que no CFTV a maior parte das falhas que acontecem são nos equipamentos de  cabeamento e fonte de alimentação? Isso diminui a eficiência dos DVRs e NVRs. A infraestrutura é o que decorre os chamados de manutenção ao sistema de monitoramento e consome grande parte do tempo na hora da instalação.

Atualmente já existe uma tecnologia que soluciona estas questões e torna possível ao profissional, economizar tempo e dinheiro com manutenção e infraestrutura.

Conheça a plataforma de videomonitoramento on-line da Camerite, capaz de transformar DVRs online por exemplo, em um sistema eficiente e de qualidade.

A plataforma oferece a possibilidade de uma plataforma de videomonitoramento e aplicativos para smartphone com a marca da sua empresa. Além de não precisar de um servidor físico, o armazenamento em nuvem é mais seguro e ágil como você pode conferir nos 7 motivos porque a nuvem é sucesso. Com as gravações on-line você ganha muito mais Funcionalidades da plataforma e pode ter acessos ilimitados e ao vivo às imagens!

Há também diversas outras funcionalidades, inclusive de inteligência artificial, que auxiliam na otimização dos serviços de CFTV online, garantindo uma renda extra mensalmente.

Clique no botão abaixo e entre em contato, para que a nossa equipe possa demonstrar a plataforma e tirar todas as suas dúvidas, sem compromisso:

banner_1
Acompanhe o Blog e fique por dentro do que há de melhor no mercado de Segurança Eletrônica e Tecnologia!

Escrito por Camerite

A plataforma de vídeomonitoramento com a sua marca agora tem um blog! Confira as novidades do nosso serviço e fique por dentro de informações estratégicas para o seu negócio!

Deixe seu comentário!