Como aplicar vizinhança colaborativa na prática

Camerite em 21 de novembro de 2018

Para profissionais que atuam com sistema de monitoramento, muitas vezes é difícil perceber possibilidades de modelos de negócio, principalmente em um mercado que está acostumado com um modelo padrão de serviço.

Pensando nisso, desenvolvemos este conteúdo, que irá oferecer a você dicas práticas de como vender mais com um sistema de vigilância 100% on-line com o modelo de vizinhança colaborativa, que possibilita um maior e mais intenso monitoramento, que parte de cada vizinho com acesso às gravações, o que torna o serviço mais acessível. 

Vamos começar pelo início: independente do modelo de negócio que você siga, é sempre importante que você tenha um case de demonstração.

Mas o que é um case de demonstração?

São algumas câmeras instaladas, com as quais você tem a possibilidade de demonstrar o aparelho e as funcionalidades executadas.

Uma dica especial: sempre procure entender ao máximo a necessidade do seu cliente em potencial, pois dessa forma você poderá oferecer as soluções adequadas para cada questão. Assim, a venda será garantida!

Na prática: se você iniciar contatando uma residência, comece sua abordagem oferecendo a câmera interna explicando os benefícios de acompanhar sua casa à distância. Aproveite para ganhar espaço na região e, com isso, a confiança dos moradores da rua, para então oferecê-los o sistema de monitoramento para suas ruas. Uma opção que tem surtido efeito é a parceria estratégica com associações de bairros!

Por onde começar: na sua região, onde você tem mais contato com as pessoas, é uma ótima opção! Ou em regiões mais afetadas pela criminalidade.

vizinhanca_colaborativa

Tenha em mente 3 pontos principais na região que irá atuar:

Renda Per Capita: mais importante do que precificar seu serviço, é entender se a região em questão pode investir no projeto.

Taxa de Upload: pesquise esta informação em relação à internet do seu cliente. É importante que você esteja preparado para eventuais dúvidas ou problemas que podem gerar na hora da instalação.

Criminalidade: não se esqueça, pessoas que têm necessidades latentes são as mais prováveis de fechar negócio e adquirir o sistema de vigilância. Relembre o item “Por onde começar e sempre avalie o bairro que irá comercializar seus serviços.

Ofereça opções de planos: faça pacotes de adesão, dessa forma é muito mais fácil manter seu cliente por mais tempo, acordando um período em que você irá prestar o serviço ao cliente. Aproveite este tempo para conquistá-lo e fidelizá-lo!

Invista em placas de sinalização: ao fechar parcerias em ruas com a vizinhança colaborativa, utilize placas personalizadas de aviso nos espaços, informando que aquele local possui a vigilância colaborativa. Além de despertar o interesse em possíveis clientes que transitam por ali, afugenta meliantes ao perceberem que aquele local é monitorado.

Mais por menos: pagar menos é sempre um ótimo atrativo. Este é o carro chefe do modelo de negócio da vizinhança colaborativa. Então, aponte sempre ao cliente que, quanto mais pessoas estiverem acessando aquela câmera, maior será seu monitoramento e menor o seu custo, afinal, ele será dividido entre os moradores da rua.

Ofereça um período de teste: ao ofertar a vizinhança colaborativa através do sistema de monitoramento, permita a seu cliente em potencial uma demonstração de 7 dias. Também crie um grupo no WhatsApp entre os interessados e tire todas as dúvidas dos moradores. Relembre o item “Por onde começar” e comece pela sua rua, até formar um bairro monitorado.

Uma dica quente: ofereça o compartilhamento das imagens com os órgãos públicos de segurança da cidade. Além de seus clientes se sentirem mais seguros, terão mais confiança no seu serviço.

E por último: use sua criatividade! Você vai perceber que muito do que foi apresentado aqui pode ser usado em outros modelos de negócio.

Agora, quer saber como aplicar um projeto de Vizinhança Colaborativa com viabilidade econômica? Preencha o formulário abaixo e baixe uma Planilha para conferir se o que você está pensando em estruturar é viável:


Escrito por Camerite

A plataforma de vídeomonitoramento com a sua marca agora tem um blog! Confira as novidades do nosso serviço e fique por dentro de informações estratégicas para o seu negócio!

Deixe seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: