Quem é empresário já está familiarizado com as dificuldades de manter um negócio, que não são poucas por sinal. Se mata praticamente um leão por dia!

Muitas empresas focam cegamente apenas em questões burocráticas e acabam se prejudicando por não buscarem saber a diferença entre os consumidores B2B e 2BC.

E conhecer para quem é vendido os serviços é fundamental e uma das principais bases para o sucesso de um negócio.

Então, relacionamos a seguir algumas dicas para manter-se no topo, com vendas focadas tanto para empresas quanto para cliente final.

Desenvolvimento em tópicos:

B2B é o diminutivo de business-to-business, em português empresa-para-empresa. Ou seja, quando há transações entre duas empresas.

As cinco dicas mais úteis para lidar com o público B2B são:

Aposte no custo x benefícios
Compras B2B costumam ser mais racionais, pois existem mais questões em jogo e a empresa que adquire precisa saber se a sua solução possui o melhor custo-benefício. Desde o início deixe bem comunicado porque seu produto é melhor que o do concorrente e principalmente como ele irá melhorar o negócio do seu cliente.

Tenha paciência
Negociações B2B podem levar mais tempo do que o esperado para concluir a venda. Em tomadas de decisões nas empresas existem mais de uma pessoa envolvida no processo, então tenha paciência e não pressione seu cliente. Acompanhe o processo e coloque-se à disposição para qualquer questão.

Diminua burocracias
Empresas que dificultam o processo de venda correm risco de perder seus clientes. Apresentar agilidade e eficiência nesse momento comprova competência e que seu cliente fez a melhor escolha.

Vá direto ao ponto
Clientes B2B não têm tempo a perder e não querem ouvir os vendedores contando a história da empresa, por exemplo. Vá direto ao ponto, eles querem entender como você vai tornar a empresa deles mais produtiva e funcional. Divagar sobre seu serviço poderá fazê-lo perder o interesse.

Frequente feiras de negócios
É lá que estarão seus principais clientes em potencial. Mantenha-se informado no cronograma anual de eventos e pontue quais são possíveis sua empresa participar. Além de fazer contatos, sua empresa se mantém antenada no mercado.

Agora é hora de falar sobre o público final.

B2C é o diminutivo de business-to-consumer, ou em português empresas-para-consumidor. Como o nome já diz, refere-se ao consumidor final. Quando a empresa presta serviço ou comercializa a esse público.

Vendas para esse tipo de público costumam fluir melhor por precisarem de menos burocracia, do que vender para uma empresa por exemplo. Mas alguns fatores são importantes ter em mente para auxiliar nas vendas:

Aposte na emoção, na entrega de valor:
O público final costuma se engajar a marcas que possuem uma narrativa com que se identifique. Na estratégia de captação de clientes, invista em gatilhos emocionais sobre como sua solução melhorou a vida de outro cidadão.

Quem não é visto, não é lembrado:
A internet costuma ser um lugar em que o consumidor consulta as marcas, como elas se posicionam online e o que dizem a seu respeito. Fomentar sua presença online com campanhas de marketing e conteúdos a respeito do seu segmento, geram uma relação de credibilidade entre o cliente e sua empresa. Quem não é visto, não é lembrado.

Quem não é lembrado, não é indicado
Criar um espaço de diálogo com o cliente é essencial. Mesmo pós venda, interaja com eles. Isso torna seu serviço diferenciado e mostra que o cliente continua sendo importante para a empresa. Quem não é lembrado, não é indicado.

FOMO
Como o ciclo de vendas B2C é mais curto, o consumidor ainda que pesquise um pouco, costuma chegar a decisão de compra mais rapidamente. Principalmente quando a marca apresenta a sensação de imediatismo, como se as outras pessoas fossem ter boas experiências e as que não procurarem seu serviço, irão perder. Essa sensação se chama Fomo é uma sigla em inglês que representa a frase “Fear of missing out”, termo dado por profissionais da psiquiatria que em português significa algo como “medo de ficar de fora”. Avisar ao cliente que determinada promoção está chegando ao fim,  fazer contagem regressiva para o fim da oferta ou dizer que um número X de pessoas já adquiriram, são formas de apresentar o imediatismo.

Ofereça um diferencial
Vendas para consumidor final, apesar de serem mais rápidas possuem mais concorrentes. Dessa forma, é importante mostrar seu diferencial. O que torna seu serviço diferente, ou o que sua empresa pode oferecer de diferente para ele? Seja na forma de pagamento, brinde ou suporte estendido. O cliente final quer se sentir especial e apresentar algo a ele se torna um ponto positivo na hora do fechamento.

Esses são só alguns pontos que explicam sem enrolação como funciona esse universo chamado “consumidor”. Fatores que irão auxiliar sua empresa no crescimento das vendas e no desenvolvimento de uma comunicação mais efetiva entre esses dois perfis.

Você sabia que ao adquirir a plataforma Camerite, sua empresa conta com um Gerente de Parceria? Tenha apoio estratégico com um time focado em seu sucesso!

 

Escrito por Camerite

A plataforma de vídeomonitoramento com a sua marca agora tem um blog! Confira as novidades do nosso serviço e fique por dentro de informações estratégicas para o seu negócio!

Deixe seu comentário!